Erick Goldner e Jeff Giassi vencem em Le Mans pela Porsche Esports Carrera Cup

Piloto Shell assume a liderança do campeonato, seguido de perto pelo piloto oficial Porsche Brasil e Porsche Cup

Confira a transmissão completa da prova aqui:
www.youtube.com/watch?v=55e7YbOQJmU

Diz a lenda que Le Mans escolhe seus vencedores.

E a mítica pista das 24 Horas deixou claro que além de velocidade é necessário mostrar paciência e oportunismo para triunfar com os carros de competição mais produzidos no planeta. No fim do dia, Erick Goldner e Jeff Giassi prevaleceram na segunda rodada do campeonato profissional do programa de Esports da Porsche.

O piloto Shell largou em quarto e soube se aproveitar de enrosco na primeira largada que jogou Giassi e o então líder do campeonato Luiz Felipe Tavares para o fundo do pelotão. Ele então duelou com Felipe Baptista, que acabou escapando da pista em uma das disputas e perdeu posições. Foi a primeira vitória de Goldner no campeonato e sua primeira em evento oficial da Porsche Cup desde a segunda edição da Corrida das Estrelas, prova que marcou o aniversário de 15 anos da categoria e garantiu ao piloto do Distrito Federal o patrocínio Shell.

O pódio da primeira bateria foi completado por Gustavo Ariel (avançando nada menos que uma dezena de posições em relação ao seu lugar no grid) e Márcio Campos. Baptista recebeu a bandeirada em oitavo e Giassi fechou a prova em 13º.

Com a inversão do grid, Raphael Silva largou na pole e sustentou a liderança por uma volta. Mas logo foi alcançado por Baptista, que mostrou velocidade e assumiu a dianteira. Catapultado por uma bela largada e com manobras precisas, Giassi orbitava o top5 em questão de duas voltas.

O mais jovem vencedor de uma corrida real de GT na história e vice-campeão da Carrera Cup 3.8 em 2019 sofreu “slow down”, despencando da liderança para fora do top10 por punição automática do iRacing. Márcio Campos agradeceu e tratou de abrir caminho na frente do pelotão. Mas Giassi mostrou por que é o atual campeão da Carrera Cup e o único brasileiro na Porsche TAG Heuer Esports Supercup. Ele se posicionou com maestria para atacar Márcio na Indianápolis e assumir a dianteira. Nas voltas finais, conseguiu tirar o bicampeão da Stock Car Light de seu vácuo, para ganhar pela segunda vez em quatro corridas da Porsche Esports Carrera Cup. Campos recebeu a bandeirada em segundo, com Eduardo Borgert em terceiro.

Com os 61 tentos acumulados em Le Mans, Goldner assumiu a liderança no campeonato. Ele tem agora 106 pontos, cinco de vantagem sobre Giassi. Gustavo Ariel assumiu a terceira posição com 100. Eduardo Borgert, com duplo top5 em Le Mans aparece em quarto com 94. E Marcio Campos, segundo maior pontuador da etapa com 60 pontos, entrou no top5 com 88. Apesar dos dois abandonos, Luiz Felipe Tavares permanece no top10: é nono, com 67 pontos.

O Porsche Esports Program Brasil é uma iniciativa da Porsche Brasil em conjunto com a Porsche Cup Brasil, com patrocínio da TAG Heuer e parceria técnica com o IRB e-Sports.

A próxima Super Quarta está reservada para as emoções da Sprint Challenge, na pista de Nurburgring.

As corridas

Largada movimentada para Luiz Felipe Tavares e Jeff Giassi. O líder do campeonato e o representante brasileiro no mundial de automobilismo virtual da Porsche se envolveram em um toque e perderam as primeiras posições. Ambos correriam por recuperação na primeira bateria. Quem se aproveitou do toque entre os líderes foram Rodrigo Baronio e Goldner que dispararam na ponta.

Felipe Baptista, outro que se beneficiou da confusão também se colocou na briga pela dianteira do pelotão. Os pilotos trocavam posições constantemente na frente, em um cerebral jogo de vácuo.

Com metade da prova disputada, líder e sétimo colocado apresentavam menos de dois segundos entre eles. Os quatro primeiros, menos de um segundo.

Goldner e Baptista disputavam a primeira posição curva a curva, menos de 10 minutos para o final da primeira bateria. Baptista liderava com Goldner em segundo, Márcio Campos era terceiro, Gustavo Ariel e Eduardo Borgert quarto e quinto respectivamente.


Disputa entre Goldner, Baptista, Ariel e Campos

Borgert perdeu duas posições e caiu para sétimo. O quinto colocado, com menos de cinco minutos era Cesar Froener.

Jeff Giassi fazia uma corrida de recuperação impressionante. Após cair para o fim do pelotão na primeira volta, o piloto oficial da Porsche Cup Brasil no Porsche TAG Heuer Esports Supercup já era 12º com menos de cinco minutos para o fim.

Última volta e Erick Goldner conseguiu abrir a maior vantagem na liderança, um segundo entre ele e Gustavo Ariel que era segundo.

Menos de dois décimos garantiram a vitória de Erick Goldner na primeira bateria da noite. Gustavo Ariel tirou um segundo para o líder, mas não conseguiu concretizar a ultrapassagem. O piloto Shell conseguiu sua primeira vitória no campeonato.

O top5 foi: Goldner, Ariel, Campos, Froener e Borgert.

Grid invertido para a segunda bateria e Raphael Silva largou na dianteira. Flávio Xavier que era segundo rodou e perdeu as chances no topo do pelotão.

Jeff Giassi largou bem, ao completar da primeira volta, ele que saiu de 13º já era oitavo.

Felipe Baptista perdeu 12 posições na segunda volta. A perda de posições foi causada por um slow down em uma das chicanes de Le Mans.

Em briga pela liderança, o líder Raphael Silva é tocado e roda. O piloto perdeu 10 posições e conseguiu voltar ao pelotão em décimo.

Com todas as trocas de posição, Márcio Campos assumiu a liderança, Renan Azeredo em segundo e Jeff Giassi em terceiro fechavam o pódio.

Com 10 minutos faltando para o final da prova, Jeff Giassi assumiu a liderança. O catarinense conseguiu uma ultrapassagem maravilhosa na curva Indianápolis para assumir a ponta. O #7 mostrou todo o conhecimento e intimidade com o carro para realizar a manobra.

O segundo pelotão da corrida disputava metro por metro. Felipe Baptista, Cesar Froener, Gustavo Ariel e Erick Goldner andavam colados tentando se aproximar dos líderes da prova.

Última volta e Márcio Campos vinha com menos de um segundo para o líder Jeff Giassi. A disputa pela ponta ficou emocionante nos momentos finais.

Fim de prova e Jeff Giassi vence a segunda bateria. Márcio Campos, Eduardo Borgert, Renan Azeredo e Tamy Accioly completaram o top5.


Manobra na curva Indianapolis que deu a Jeff Giassi a vitória na segunda prova

O que eles disseram:

“Extremamente feliz! Não imaginava a chance de ganhar a primeira bateria. É uma corrida muito disputada e todos tem a chance de vencer. Soube me posicionar bem e conseguir vencer. Já na segunda meu objetivo foi me manter no top10 e pontuar no campeonato. Quero agradecer a Shell, Crown Racing e W2 Racing pelo apoio que me dão neste ano.”

Erick Goldner

“Que corrida espetacular essa segunda. Na primeira eu larguei bem, mas, infelizmente os toques acontecem. Consegui recuperar bem para largar em posições melhores na segunda. Já na segunda prova, estava andando bem, acreditava que conseguiria um p5 se andasse bem, esse p1 foi espetacular.”

Jeff Giassi

“Consegui fazer duas provas sensacionais. Larguei em 10º na primeira e consegui um p3. Na segunda estávamos em um pelotão muito compacto. Quando o Jeff chegou foi difícil de segurar, mas ainda consegui atacar no final. Saí do final de semana como um dos maiores pontuadores da etapa, foi bom pelo campeonato.”

Márcio Campos

“Primeira bateria eu não consegui largar bem. Meu Quali não foi bom e larguei no meio do grid. Mas consegui andar muito forte, recuperar posições e terminei em p2. Na segunda tentei manter a estratégia de andar bem e consegui outro bom resultado.”

Gustavo Ariel

“Escapei de dois acidentes, um em cada bateria. A largada é sempre complicada nessas corridas. Acabei não me adaptando muito bem com meu setup para a bateria, senti que estava andando menos que os outros, mas foi importante conseguir pontos. Já na segunda bateria consegui me acertar com o setup e andei muito bem, conseguindo o p3”

Eduardo Borgert

 

Resultados

Corrida 1 (top10)

1 – Erick Goldner
2 – Gustavo Ariel
3 – Marcio Campos
4 – Cesar Froener
5 – Eduardo Borgert
6 – Tamy Accioly
7 – Renan Azeredo
8 – Felipe Baptista
9 – Flavio Xavier
10 – Raphael Silva

 

Corrida 2 (top10)

1 – Jeff Giassi
2 – Marcio Campos
3 – Eduardo Borgert
4 – Renan Azeredo
5 – Tamy Accioly
6 – Gustavo Ariel
7 – Felipe Baptista
8 – Cesar Froener
9 – Rodrigo Baronio
10 – Erick Goldner

 

Campeonato (top 10):

1 – Erick Goldner 106 pontos
2 – Jeff Giassi 101
3 – Gustavo Ariel 100
4 – Eduardo Borgert 94
5 – Marcio Campos 88
6 – Renan Azeredo 71
7 – Rodrigo Baronio 68
8 – Felipe Baptista 68
9 – Luiz Felipe Tavares 67
10 – Neto Nascimento 66